Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MORE

Num só blog, está tudo aqui! O MORE tem desabafos/opiniões em relação a mim e ao que se passa à minha volta. Tem sugestões de cinema, televisão e não só. E tem mais, muito mais...

19
Fev16

Vejo na TV | Arrow (AXN)

arrow-3a-temporada


 


Hoje volto a partilhar com vocês, uma série que eu adoro e que VEJO NA TV. Ultimamente não tenho tido muito tempo para ver televisão, mas ainda há certas séries que eu faço questão de ver. E o ARROW é uma dessas séries. Nunca perco nenhum novo episódio e apesar da série já estar na sua quarta temporada, eu continuo a ver cada episódio, com o mesmo entusiasmo que tinha quando via os primeiros episódios da primeira temporada. Adoro-a! E para aqueles que tal como eu vêem a série, digam-me lá com sinceridade: Arrow tem muitos motivos para adorar, não é verdade?!


 


3809109-4985651191-Arrow


 


(Maravilhosos motivos para  ver a série não é? Qual deles o melhor?)


 


Actualmente em Portugal, a série está a ser apenas exibida no canal AXN às segundas. Confesso que esse é um mau dia para sentar no sofá e ver a série e por isso, graças às novas tecnologias, eu tenho gravado a série para ver em dias futuros. Se bem que, neste momento tive que fazer uma pausa (obrigatória) na série e isso, porque esta série faz algo muito inovador e interessante. Por diversas vezes, a série “Arrow” junta-se com uma outra série de super heróis e que eu também adoro. Estou a falar do "The Flash”, que actualmente está na sua segunda temporada, mas que infelizmente não é transmitida em nenhum canal em Portugal. As duas séries juntam histórias e o que neste momento aconteceu, é que através do “The Flash” deu-se inicio a uma história, que depois só irá terminar num episódio do “Arrow”. Confusos?! Não! Se conhecerem ambas as séries, acho que percebem a dinâmica delas. E o motivo da minha pausa em relação ao “Arrow” é mesmo esse. Há uns dias atrás, no AXN, foi para o ar, um episódio em que a sua história tinha dado inicio no “The Flash” e como eu ainda não vi a segunda temporada dessa série, acabei por não perceber nada. Aliás! Decidi não ver aquele episódio do “Arrow” até ao fim, fazer uma pausa na série e de otras maneiras, assistir à segunda temporada do “The Flash”. É que ambas as duas (e agora acho até que há uma terceira), têm sempre que serem vistas em simultâneo. Na América isso acontece. Uma série dá num dia e a outra, dá logo no dia a seguir mas aqui em Portugal estamos atrasados. Parece que ainda nenhum canal por cabo quis apostar no “The Flash” e... olha! Paciência!


 


Arrow-Season-4-Trailer-Olicity-oliver-and-felicity


(Eu diria que eles fazem o casal perfeito. Mas não! Para ser perfeito, ele teria que estar era a beijar a mim...)


 


Falando apenas no “Arrow”, que tem como protagonista o maravilhoso, o delicioso, o todo poderoso, o bonito, o forte, o magnífico Stephen Amell, por quem eu sou literalmente apaixonado, esta série apresenta muitos momentos de acção, momentos descontraídos, momentos que nos fazem ainda chorar, rir, enfim... na minha opinião, este “Arrow” tem todos os atributos para ser considerada uma excelente série. E como eu adoro todo o universo dos super-heróis (mais os da Marvel do que os do DC Comic), é óbvio que eu tinha que amar esta série.


 


E vocês? O que acham de toda a série? Costumam ver? Têm algum personagem favorito? O que é que costumam ver na televisão? Fico à espera dos vossos comentários para assim, partilharmos mais, todos os nossos ‘gostos’ televisivos...

21
Jan16

Vejo na TV | Terapia (RTP1)

Terapia1


 


Eu vejo na TV muitas coisas! Desde novelas a séries, filmes ou programas de entretenimento e agora, criei o hábito de assistir a tudo o que é programa de culinária do 24Kitchen e não só. Mas voltando às séries, neste momento há uma que conseguiu conquistar-me desde o seu primeiro episódio. É portuguesa, dá todas as noites de segunda a sexta feira na RTP e sem sombra de dúvidas, é uma série que eu recomendo a todos.


 


Terapia4


 


TERAPIA” é ficção nacional no seu melhor e confesso que há muito não via uma série portuguesa tão boa quanto essa. A RTP está de parabéns, pois a televisão pública, soube através de um original israelita, criar um produto de óptima qualidade, onde o desempenho dos actores é maravilhoso, é mesmo de se tirar o chapéu. Os diálogos são soberbos, a realização fantástica, enfim... no geral “Terapia” é de facto uma série que deve ser acompanhada com muita atenção e eu faço questão, de não perder nenhum único episódio.


 


Terapia5


 


A série estreou no passado dia 4 de Janeiro, e desde então, nas noites de segunda a sexta por volta das 23h, temos acompanhado a vida do psicoterapeuta Mário Magalhães (Virgílio Castelo) e dos seus pacientes. Ao longo da semana, o psicoterapeuta recebe à segunda-feira a atraente e sensual médica Laura (Soraia Chaves) que aparentemente, está muito confusa no que diz respeito ao assunto ‘amor’. À terça, é dia de receber o atirador de elite do Grupo de Operações Especiais, o Alex (Nuno Lopes), um homem que à primeira vista parece ser demasiado agressivo e bruto, mas talvez essa seja uma mascara que ele tenha que usar diariamente para não mostrar ao mundo aquilo que realmente é. Depois na quarta-feira, Mário recebe a visita da jovem Sofia (Catarina Rebelo), uma jovem da idade da filha do psicoterapeuta, que surge na Terapia para provar a todos que não está louca, que não tem planos para se suicidar e que aos poucos, vai contando a sua vida, relatando momentos pouco apropriados para a sua idade. E como se não bastasse começar a semana cheia de várias e diferentes emoções, à quinta-feira o psicoterapeuta recebe o casal Jorge e Ana (Filipe Duarte e Maria João Pinho). Um casal que optou por fazer Terapia, apenas para perceberem se estão realmente preparados para  a chegada de um segundo filho, mas as dúvidas do casal vão muito para além da gravidez. Para conseguir sobreviver a todos esses dramas, ou talvez para voltar a entrar num drama ainda pouco explorado na série, à sexta é a vez do Mário visitar a sua psicoterapeuta/amiga Graça (Ana Zanatti). Entre eles existe um passado, mal resolvido e a relação de ambos, parece ser uma relação de amor/ódio. Mas é à Graça que Mário resolve desabafar ao final da semana. Não só para de alguma forma conseguir receber algumas orientações em relação aos seus pacientes, como também para lhe contar acerca dos seus dramas pessoais. Dramas esses que passam por problemas com o seu casamento com Catarina (Leonor Silveira).


 



 


E estes são os personagens desta maravilhosa série. E em relação à história, acredito que ainda muito se está para ver e ouvir e claro, reflectir. Sim! Porque é difícil assistir a essa série e não ficarmos a reflectir sobre a nossa própria vida. Tal como o actor Virgílio Castelo disse um dia em entrevista, quem assiste à série, vai de alguma forma sentir que está também a passar pela Terapia, pois os assuntos abordados na série, são assuntos pelo qual nós já passamos ou conhecemos alguém que tenha passado por situações idênticas. Eu sinto que estou mesmo em Terapia.


 


Aqui fica a minha sugestão para quem quer ver algo bom na TV e não sabe o quê.

Os meus blogs

Calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728

Mais sobre mim

Projeto | Eu Sou Gay

Tens algo a dizer?

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Sigam-me no Twitter

Quer ler histórias MORE?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.