Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MORE

Num só blog, está tudo aqui! O MORE tem desabafos/opiniões em relação a mim e ao que se passa à minha volta. Tem sugestões de cinema, televisão e não só. E tem mais, muito mais...

08
Mar17

Elementos Secretos | +Cinema

Há uns dias atrás tive a oportunidade de ir ao cinema ver um dos filmes que estava nomeado para o Oscar de Melhor Filme. E eu sei que já vou bem atrasado ao comentar a cerimónia dos Oscars deste ano, que a meu ver, este ano os Oscars vieram apenas confirmar a opinião que eu já tinha em relação a esta grande cerimónia do cinema, ou seja, de que os Oscars não passam de uma grande fantochada. Apaixonado como sou pelo cinema, eu desde muito criança sempre tive um enorme fascínio pela cerimónia dos Oscars, que todos os anos, reunia os melhores dos melhores da sétima arte numa única sala e lá, premiava com uma estatueta dourada os melhores do ano. Cheguei mesmo a ficar acordado madrugadas inteiras, apenas para ser dos primeiros a saber quem eram os vencedores. É claro que com o tempo, esse meu fascínio foi mudando. A paixão pelo cinema, essa sempre se manteve intacta. Continuo a ter a mesma paixão pelo cinema e se pudesse vivia do cinema, mas com o tempo, fui percebendo que os Oscars não existiam para premiar os melhores. Não! Negócios obscuros e muita política pelos bastidores, faziam com que ano após ano, muitas fossem as injustiças praticadas pela Academia e logo fui perdendo o interesse. Confesso até que a última vez que assisti à gala, foi na noite em que um tal filme chamado “Senhor dos Anéis” foi considerado o melhor filme do ano. Já nem me lembro em que ano é que isso foi, e isso agora até nem interessa, o importante é que na minha opinião, está mais do que claro de que os Oscars não definem o que é um bom ou mau filme. Está longe de definir quem é bom ou mau ator, bom ou mau realizador e com a troca de envelopes deste ano, o que mais há a dizer?! Mas não é sobre os Oscars que já passaram que eu quero aqui falar. Neste dia, que é o Dia Internacional da Mulher (dia que eu simplesmente desprezo!), vou aqui falar de um filme protagonizado por três grandes mulheres, que fui ver ao cinema no dia do Carnaval.

 

hidden_figures-trl-screen1-678x381.jpg

 

ELEMENTOS SECRETOS” é então um dos filmes que foi nomeado na categoria de Melhor Filme e também algumas das suas protagonistas receberam nomeações. Apesar do filme ter despertado algum interesse no momento em que vi o trailer pela primeira vez, confesso que na altura não tive de imediato aquela vontade de ir ao cinema para o ir ver. Achei que seria suficiente vê-lo em casa quando daqui a uns meses estreasse pelos canais TV Cine. No entanto, no dia do Carnaval a minha mãe teve uma enorme vontade de ir ao cinema, coisa que é rara! Mas lá fiz-lhe a vontade e há hora em que fomos, o único filme em exibição era mesma esse “Elementos Secretos” e sem outra opção, lá acabamos por ir. E ainda bem que fomos! Eu adorei o filme. A história é super gira e baseada em factos verídicos e o talento daquelas grandes atrizes é fenomenal. Eu já gostava da Taraji P. Henson, eu já amava a Octavia Spencer e depois deste filme, passei também a gostar ainda mais da Janelle Monáe. As três, comandam todo o filme de uma forma maravilhosa, cada uma à sua maneira. Três grandes mulheres que interpretaram três outras grandes mulheres da vida real, que nos anos 60, por de trás dos bastidores, ajudaram e muito no lançamento do homem ao espaço. Dizem que por detrás de um homem, há sempre uma grande mulher e neste caso, para que o homem descobrisse outros horizontes pelo espaço, houve realmente grandes mulheres. Mulheres que não eram apenas mulheres. Eram sim mulheres e negras. Negras numa altura em que tudo aquilo que fugia do “normal” branco, era deixado em segundo plano. Negras numa época onde o preconceito racial reinava e as chamadas “pessoas de cor”, por muito inteligentes que fossem, eram marginalizadas, excluídas, ignoradas, enfim, eram outros tempos. Mas o que custa dizer é que, apesar de serem outros tempos, infelizmente em pleno século XXI, muitas coisas desses “outros tempos” ainda permanecem na vida e na cultura de muitas pessoas. Mas isso são outros assuntos. Assuntos que dariam pano para mangas, como se costuma dizer. O que digo, é que sendo eu também uma pessoa negra, consegui em muitos momentos identificar-me naquelas mulheres fortes e corajosas e isso é claro, deixou-me bastante emocionado.

 

hidden_figures_ver2_xxlg.jpg

 

E à semelhança de “La La Land” que basicamente fala de sonhos, também aqui os sonhos estão presentes. Cada uma das três mulheres têm o seu sonho e todas elas batalham para conseguirem alcançar esse sonho. E se é de sonhos que falamos, então é claro que este filme teria todos os ingredientes necessários para ser um ótimo filme. E se antes até nem tinha muito interesse em vê-lo no grande ecrã, agora estou aqui para recomendar o filme não só às grandes mulheres deste país a fora, como também aos homens. Arranjem algum do vosso tempo e deliciem-se com este filme. Vão ver que vai valer a pena. E por aqui fico…

06
Fev17

La La Land | +Cinema

Acho que posso desde já dizer que eu faço parte daqueles sortudos que já tiveram a oportunidade de assistir ao filme “LA LA LAND”. Sim! Porque quem já o viu, é de facto um grande sortudo, pois não é todos os dias que se encontra um filme tão bom, um musical maravilhoso, mágico, um filme que mostra a verdadeira essência do cinema, que é sonhar e acreditar que tudo é possível. Eu já vi! Tenciono vê-lo mais vezes e por muito que tenta – mentira! pois não estou a fazer o mínimo esforço para tentar – as suas músicas não me saem da cabeça. Estou aliás a escrever este artigo a ouvir a banda sonora de “La La Land” da autoria de Justin Hurwitz que é… uma coisa do outro mundo, que felizmente está entre nós.

 

la-la-land-ryan-gosling-emma-stone.jpg

 

Quando há uns meses atrás, vi pela primeira vez o trailer de “La La Land”, quando ele ainda nem sequer estava a receber tantos prémios e nomeações, lembro-me que disse logo à minha irmã que tínhamos que ir ver o filme ao cinema. E isto porque o próprio trailer estava espetacular. O trailer não deixava dúvidas de que estávamos perante um grande filme, um grande musical e felizmente isso veio-se a constatar. Eu que adoro musicais, eu que vibro com eles desde a minha adolescência, fiquei fascinado, maravilhado com este “La La Land” que ainda estou com as emoções à flor da pele. E o meu entusiasmo ao escrever este artigo é tão grande, que de forma a não estragar a mágica experiência de assistir ao filme, acho que sou obrigado a alertar pelos spoilers que possam surgir por acaso.

 

la-la-land.jpg

 

Eu já aqui disse que sou fã dos musicas e de há uns tempos para cá, tenho também me tornado um fã da atriz Emma Stone. E o que dizer do Ryan Gosling? Bem! Ele é desde há muito tempo o namorado perfeito. Adoro-o! Ele alia na perfeição a sua beleza com o seu enorme talento para arte da representação e neste filme ele está maravilhoso. Está tão querido! É impossível resistir ao seu encanto. Do principio ao fim ele brilha. É bom ator, bom cantor e um ótimo dançarino. E tem momentos deliciosos, como às várias cenas em que com coisas tão pequenas, ele apanha grandes sustos. Momentos fantásticos! E se antes, em outros filmes em que os dois já participaram juntos havia uma química, neste “La La Land” a química é ainda mais forte. A entrega foi total e ambos os protagonistas estão de parabéns. Não sei se irão ganhar a tão desejada estatueta dourada, mas isso para mim não interessa nada. Tanto o Ryan como a Emma, já ganharam a minha enorme admiração, o meu maior apreço e eu estou muito grato aos dois. Aliás! Não é só aos dois. Agradeço também ao realizador Damien Chazelle e ao compositor Justin Hurwitz por me fazerem ainda acreditar no cinema, na magia da sétima arte e ainda, por me fazerem acreditar de que nunca é tarde para sonhar e ir em busca desse nosso sonho.

 

la-la-land-633x356.jpg

 

Eu acredito que possa haver muitas pessoas com uma certa aversão aos musicais, mas eu diria que este não é um musical qualquer. Não sei se irá ganhar o Oscar de Melhor Filme, mas mais uma vez eu digo, para mim, isso não interessa nada. Com ou sem Oscar, tenho aqui que confessar que a abertura deste filme é uma coisa que… nem tenho palavras para descrever. Os primeiros minutos do filme, conseguem sem sombra de dúvida, captar a atenção de qualquer pessoa. Até mesmo aquela que foi levada até à sala de cinema um pouco contrariada. Até mesmo essa não vai conseguir ficar indiferente aquele “Another Day of Sun” e depois dessa abertura, o filme continua, surpreendendo-nos do principio ao fim e aquele final… Aquele final foi ousado, foi arriscado, mas não podia ser doutra forma. Chorei! Sim! Chorei no final do filme.

 

lalaland-744x517.jpg

La-La-Land-Featured-2.jpg

 

E que coisa foi aquela do “The Fools Who Dreams”, um maravilhoso monologo da atriz Emma Stone? Se querem saber do que é que eu estou a falar, então não esperam mais. Passem pelo cinema e viagem por cada nota deste musical. A experiência vai ser única. Vão adorar! E eu diria que tenho quase a certeza do que estou a dizer.

 

1.jpeg

 

Acho que podia ficar aqui horas e horas a falar do filme. Não só das interpretações, da maravilhosa realização, das músicas que já tocam e tocam sem parar no meu ouvido, como também do vestuário, dos cenários, da fotografia, a cor, enfim… “La La Land” já é sem dúvida alguma um dos meus filmes favoritos e sim, vou querer em breve repetir a experiência e voltar ao cinema, voltar a sonhar, voltar a viver e quem sabe, levantar-me daquela cadeira e dançar, levitar e cantar… O cinema é assim! Mágico!

Os meus blogs

Calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728

Mais sobre mim

Projeto | Eu Sou Gay

Tens algo a dizer?

Comentários recentes

  • Anónimo

    Também me surpreendeu o filme, eu não esperava tam...

  • Anónimo

    Aprendi . QUE EU TENHA SORTE. VAI SER A PRIMEIRA V...

  • Anónimo

    so de ler ja estou com tezão

  • Anónimo

    o banho tem secções no meu ginasio e por isso nimg...

  • Carlos Lontro

    A minha sobrinha é lésbica mas os meus pais e irmã...

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Posts mais comentados

Sigam-me no Twitter

Quer ler histórias MORE?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.