Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MORE

Num só blog, está tudo aqui! O MORE tem desabafos/opiniões em relação a mim e ao que se passa à minha volta. Tem sugestões de cinema, televisão e não só. E tem mais, muito mais...

24
Out16

Fui vítima do ácido úrico...

Ontem, comecei mais um dia com uma ida ao Hospital. Devido às intensas dores que não paravam de me atormentar, não tive outro remédio senão ir ao Hospital para ver se a coisa passava. Eu já há algum tempo que não tenho andado bem. No passado dia 2, também por causa das dores insuportáveis, fui parar ao Hospital. Depois, de forma a que a coisa melhorasse, fiquei uma semana de baixa, pois a minha médica recomendou-me repouso total. Nessa semana, em que andei a tomar medicação, a coisa parece que melhorou e ao fim dessa semana de baixa, voltei ao trabalho. Mas ao voltar ao batente, as dores volta e meia atacavam-me de novo. Não havia nenhum único dia em que eu não regressasse a casa cheio de dores, mas lá fui aguentando. Até que no sábado, a coisa piorou e bastante. Ao longo do sábado, fiz o meu dia normal de trabalho, mas em silêncio, gritava de dores. Quando cheguei a casa nesse dia, já nem me aguentava em pé, mas achei que com o descanso, a coisa ia melhorar e amanha já seria um homem novo, mas estava enganado. Ao longo de toda essa noite eu simplesmente andei a ver estrelas, tudo por causa da dor. A cada leve movimento que eu fazia na cama, era o suficiente para eu ver estrelas. Conclusão: não consegui dormir nada nessa noite e na manha do dia seguinte, ao querer levantar-me para ir trabalhar, verifiquei que não conseguia de forma alguma, andar. De imediato, com o auxilio da minha mãe, fui parar ao Hospital e depois de ser atendido, acabei por saber o diagnóstico. As minhas dores eram devido ao ácido úrico, também vulgarmente conhecido por ‘gota’.

 

Eu já tinha ouvido falar desse ácido úrico há uns tempos atrás, pois a minha mãe também já havia passado pelo mesmo problema. Claro que ao ouvir esse diagnóstico, perguntei de imediato à doutora a que se devia isso e ela basicamente informou-me, que isso devia-se à má alimentação e que nos próximos dias, teria que evitar comer proteínas e dar prioridade a tudo o que era legumes, vegetais e fruta. Ok! Para quem anda há tanto tempo a querer fazer dieta, achei eu que talvez esta seria a altura certa para isso, mas quando ela apresentou-me uma lista daquilo que eu podia ou não comer, eu fiquei com um enorme aperto no estômago, pois praticamente eu não posso comer nada, de nada e isso preocupa-me. Se juntamente com a medicação eu seguir as regras de alimentação, as dores nas articulações, que impedem que eu consiga movimentar-me, com o tempo irão desaparecer, mas… acho que nos próximos dias vou morrer à fome. Ai vida minha!!

 

Agora, cá estou eu em casa com a indicação de que tenho que repousar, tenho que reduzir o meu ritmo, tenho que andar com as pernas ao alto e aplicar com frequência gelo nas partes afetadas. Felizmente, hoje quando acordei já me sentia bem melhor. Já consigo movimentar-me e agora, com alguma dificuldade, é só seguir à regra todas as indicações da doutora que logo, logo estarei bem. Espero que assim seja pois eu não recomendo a ninguém, essas dores terríveis que eu tenho nas articulações, tudo por causa desse tal ácido úrico.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Os meus blogs

Calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Mais sobre mim

Projeto | Eu Sou Gay

Tens algo a dizer?

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Sigam-me no Twitter

Quer ler histórias MORE?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.