Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MORE

Num só blog, está tudo aqui! O MORE tem desabafos/opiniões em relação a mim e ao que se passa à minha volta. Tem sugestões de cinema, televisão e não só. E tem mais, muito mais...

02
Ago17

119,2 motivos para mudar os meus hábitos...

Na sexta-feira passada, lá fui eu a uma nova consulta de nutrição. Às vezes pode não parecer, mas eu continuo com essa minha luta constante de perder peso. É bem verdade que ultimamente tenho tido alguma preguiça para ir ao ginásio, e no que diz respeito à alimentação, ela tem sido péssima. Tenho me comportado muito mal e por isso, como já seria de se esperar, levei nas orelhas. Bem! Apesar do meu mau comportamento nestas últimas semanas, a verdade é que a nutricionista foi bastante amável comigo. Amável, atenciosa e esteve disposta a ouvir os meus dilemas. E o mais importante, é que ela me deu força, coragem, motivação para conseguir atingir os meus objetivos. É claro que quando saí da consulta, tinha a perfeita noção de que apesar de toda a motivação que ela me transmitiu, eu sabia que agora, só dependia de mim para continuar com essa motivação. E sim! Posso desde já dizer que continuo motivado. Não sei o que é que mudou em mim, mas acho que finalmente se fez um click na minha cabeça e acordei para a realidade. Uma realidade que me diz claramente, que eu não posso continuar com estes constantes maus hábitos. Tenho que mudar! É urgente mudar!

 

Há cerca de uns quatro anos atrás, eu estava a pesar 135kg. É demais eu sei! Até devia ter vergonha de o dizer. Mas sim, eu pesava tudo aquilo. No entanto, há cerca de um ano atrás eu consegui perder 20kg e essa perda deixou-me super animado. Fiquei nos 115 durante um longo período de tempo até que, por várias circunstancias da vida, comecei a ganhar peso novamente, apesar de estar a frequentar um ginásio. E há umas semanas atrás já estava com 117 e agora, quando fui à balança na sexta-feira passada, já estava com 119kg. Meu Deus! Preciso mudar isso urgentemente. Só a ideia de achar que posso em breve voltar aos 135, faz com que eu costure a minha boca e volte aos exercícios diários. Não quero voltar a ser o eu de antigamente e por isso, fiz um trato comigo mesmo. Entrei em acordo com o meu eu interior e decidi que muita coisa tinha que mudar. Muita coisa terá mesmo que mudar e eu estou com os níveis de motivação ao máximo, confiante de que eu irei conseguir.

 

E para conseguir atingir os meus objetivos – e chegar a um peso com apenas duas casas decimais – isso só irá depender de mim. A partir de agora, terei que ser mais forte, resistir às tentações e deixar de ser preguiçoso. Sei que vai ser difícil, mas sei também que vou conseguir. Conseguir acordar cedo todas as manhas para ir ao ginásio e conseguir ainda, seguir à regra, o plano alimentar que a nutricionista traçou para mim. Sei que vai haver dias em que não me irá apetecer nada sofrer no ginásio e alimentar-me com coisas saudáveis, mas quando esses dias chegarem, vou ter um único pensamento na cabeça: os 119,2kg. Esse é o número que irá estar presente na minha cabeça, o número que dia a dia irá dar-me força para continuar com essa luta constante da perda de peso. E eu quando vou à luta, nunca vou para perder…

01
Ago17

Mr Gay Eurpa 2017 | Os 12 finalistas (parte 2)

É já no próximo dia 5 de Agosto, na cidade de Estocolmo, que irá decorrer mais uma eleição do Mr. Gay Europa. Este ano são 12 os finalistas e só um deles irá ser considerado o número 1, o MR. GAY EUROPA 2017. E o MORE, como não podia deixar de ser, vai dar-vos a conhecer esses 12 belos homens. Preparados para os conhecerem?

 

Hoje, ficamos na companhia de mais 4 homens, os representantes da Finlândia, Alemanha, Irlanda e Polonia:

 

RAMI KIISKINEN (Finlândia)

(ver o vídeo de apresentação)

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_5.03.27_p.m.p

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.29.18_p.m.p

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.29.36_p.m.p

 

NIKO WIRACHMNA (Alemanha)

(ver o vídeo de apresentação)

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.31.50_p.m.p

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.41.45_p.m.p

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.41.55_p.m.p

 

STEPHEN LEHANE (Irlanda)

(ver o vídeo de apresentação)

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.45.04_p.m.p

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.45.13_p.m.p

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.45.23_p.m.p

 

KACPER SOBIERALSKI (Polonia)

(ver o vídeo de apresentação)

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.48.28_p.m.p

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.48.44_p.m.p

captura_de_pantalla_2017-07-20_a_las_7.48.55_p.m.p

 

Qual deles o mais bonito? Qual deles o teu favorito? Vai até ao site do Mr. Gay Europa e vota. Vota naquele que tu mais gostaste…

01
Ago17

Experiências gastronómicas: Papas de Aveia

20170731_080507.jpg

 

Sempre fui pessoa de tomar o pequeno-almoço. Sou incapaz de sair de casa sem o tomar e nos dias em que realmente saio sem parar para tomar o pequeno-almoço, sei logo de imediato que o dia irá ser recheado de muitos erros alimentares. Para não correr esse risco, o pequeno-almoço é sagrado!

 

E falando de pequeno-almoço, ao longo dos anos fui variando muito o meu cardápio. Quando era mais novo, não abdicava do meu leitinho com chocolate e um pão geralmente com muita manteiga, queijo e fiambre. Às vezes tinha a sorte de ter um croissant misto a acompanhar o leite e esses dias eram maravilhosos para mim. Com o passar do tempo, achei que só o pão com o leite não era o suficiente e por isso, fui alternando os dias com o pão com leite e com cereais. Tornei-me fã dos cereais, mas só daqueles para os mais gulosos. Daqueles cereais que têm muitos bonecos pela capa, tipo Chocapic, Estrelitas, Crunch, entre tantos outros. Mas também aí as coisas foram mudando com o tempo. Ao perceber que estava a ganhar peso e ao saber que o pão misto com leite e chocolate e a taça de cereais cheias de açúcar, não eram de todo a refeição mais saudável, comecei a ver os pequenos-almoços com outros olhos. Mantive-me com os cereais, mas desta vez, optei por aqueles cereais sem graça, tipo Fitness, Kellogg´s e a acompanhar com uma peça de fruta. E de há uns tempos para cá, voltei a mudar os meus hábitos matinais. Os cereais mantiveram-se uma vez mais, mas evolui para a granola. E em vez do leite (de vaca) que decididamente eu detesto e faz-me mal, optei por juntar iogurte grego. O problema é que o iogurte grego não é de todo a melhor opção para quem quer perder peso e por isso, voltei uma vez mais a mudar. Eliminei o iogurte, e passei a comer a granola juntamente com leites vegetais. Mas a evolução do meu pequeno-almoço não ficou por aqui. Com a última visita à nutricionista, vi que existiam outras possibilidades saudáveis e que faziam com que eu variasse mais vezes ao longo dos dias.

 

É aí que surge a Aveia na minha vida. Eu nunca tinha experimentado os flocos de Aveia (como agora está muito na moda por causa das papas). Eu aliás já tinha ouvido vários comentários de pessoas que diziam que detestavam, e outras que gostavam assim-assim. Por causa desses comentários, nunca tive grande interesse em experimentar, até porque, desde pequeno eu nunca fui adepto de papas. Mas como eu sou uma pessoa que até gosta de um bom desafio e de experimentar coisas novas, resolvi aderir às papas de Aveia e… não é que eu tenho gostado daquilo?!

 

Bem! Não vou ser falso ao ponto de dizer que aquilo é delicioso. Não é! Mas come-se! É bom e acima de tudo é bastante saciável. Deixa-me satisfeito logo pela manha e é uma ótima alternativa aos habituais pequenos-almoços que eu tinha. É claro que não vou comer Papas de Aveia todos os dias, mas nesse meu plano alimentar, pelo menos duas vezes por semana, as papas estão incluídas no meu menu para o pequeno almoço. O truque para não estar a comer sempre a mesma coisa, é ir variando. E existem várias receitas diferentes de Papas de Aveia, eu inclusive vou partilhar com vocês a primeira de todas que eu fiz. No entanto, em dois livros que eu já comprei “Cozinha Vegetariana para quem quer ser saudável” e no “Cozinha 100% Vegetal e Saudável”, existem outras tantas receitas. É só fazer, experimentar e tornar o pequeno-almoço mais rico e saudável.

 

E se tu és daqueles que também está com um pé atrás em relação aos Flocos de Aveia, não hesites agora em deixar de experimentar. Faz como eu! Aceita o desafio e experimenta. Algo me diz que também irás gostar. E agora sim! Para quem quiser experimentar, aqui fica a receita simples, muito simples de uma Papa de Aveia com Banana.

 

Só precisas de: 6 colheres de sopa de flocos de aveia; 1 banana pequena (ou 1 maça); 150ml – 200ml de água; Canela; limão.

 

E com esses ingredientes só tens que os colocar a todos em lume (brando) e mexer até obter uma papa. Se preferires, podes fazer a papa no dia anterior, guardá-la no frigorifico e aquecer de manhã.

 

Experimenta e depois diz-me qualquer coisa…

Pág. 3/3

Os meus blogs

Calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Mais sobre mim

Projeto | Eu Sou Gay

Tens algo a dizer?

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Sigam-me no Twitter

Quer ler histórias MORE?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.