Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MORE

Num só blog, está tudo aqui! O MORE tem desabafos/opiniões em relação a mim e ao que se passa à minha volta. Tem sugestões de cinema, televisão e não só. E tem mais, muito mais...

29
Ago17

Alibi.com | +Cinema

download-2212-low_alibi.jpg

 

Ontem foi dia de cinema. Depois de ter estado uma tarde inteira em casa, aborrecido e no maior tédio, uma vez que estava de folga, à noite resolvi sair e ir ao cinema. Precisava de algum divertimento, de espairecer um pouco e por isso, na hora de escolher o filme eu não hesitei nem um pouco. Escolhi aquele filme que eu já sabia que seria para rir do principio ao fim e era mesma disso que eu precisava, de um filme que me desligasse da realidade e me fizesse rir dos acontecimentos mais estúpidos e absurdos que decorressem ao longo do filme.

 

567544.jpg

 

O nome do realizador e ator Philippe Lacheau diz-vos alguma coisa? A mim já diz muito e esse nome é sinonimo de puro divertimento. Philippe Lacheau é o responsável pelos grandes sucessos que foram os filmes "Babysitting" e "Babysitting 2" e agora, nas salas de cinema, este jovem francês que até é bem bonitinho, tem em exibição o filme "Alibi.com". À semelhança dos seus filmes anteriores, este é também para rir, rir e mais rir do principio ao fim. É impossível não largar umas quantas gargalhadas e eu diverti-me imenso. O filme está super engraçado com cenas bastante hilariantes. Vale a pena irem ao cinema assisti-lo, pois de uma coisa eu tenho a certeza, não irão se arrepender.

29
Ago17

A Guerra dos Tronos e os seus brinquedos...

56e024e81500002a000b1742.jpeg

 

Hoje, por aí, tudo e todos só falam do mesmo. Falam da "Guerra dos Tronos" e isto porque, ontem foi transmitido o último episódio da temporada e por isso, faz todo o sentido que esta famosa série da HBO, seja o assunto do dia. Eu próprio não quis deixar passar esse momento em branco e também eu, irei aqui dedicar um post a essa grande série. Série essa que por acaso eu não vejo e nem mesmo faço questão de vê-la. O quê, isso é mesmo verdade?! Sim! É a mais pura verdade. Ao contrário de meio mundo que é fascinado pela série, eu perdi todo o fascínio por ela logo na segunda temporada. Ainda arrisquei em ver os primeiros episódios da terceira temporada, mas a série não conseguiu convencer-me, não conseguiu cativar-me e para ser sincero não percebo todo esse sucesso em torno da "Guerra dos Tronos". Bem! Talvez até perceba, mas isso são outras conversas. E aquilo que eu pretendo hoje falar, que está diretamente relacionado com a série, é sobre isto aqui:

 

garra_dildo.jpg

 

Pois é! Para aqueles que sonhavam em ter uma noite tórrida de amor com o Jon Snow, agora é possível realizar esse sonhos. Não na totalidade (é claro!), mas o dildo (vibrador) que foi criado para esse propósito, está já à venda no mercado. É um dildo com o formato da espada que o personagem Jon Snow usa na série e com ele, todos podemos entrar na era medieval e a imaginar ter sexo com o aborrecido, sonso, sem sal do Jon Snow. E se o dildo foi feito à semelhança do 'material' do Kit Harington, isso ninguém sabe mas com o dildo nas mãos, pronto para entrar em ação, qualquer um consegue facilmente imaginar que aquilo é realmente o material do jovem ator que tanto sucesso tem feito na série. Enfim... acho que vou querer um desses para o Natal. Mentira!! Estou apenas a gozar...

27
Ago17

Surprise, Surprise | +Curta

Surprise, Surprise.jpg

 

Dylan acabou de mudar-se para o seu novo apartamento e de repente, o seu namorado Justin, aparece à porta. Infelizmente, quem também resolveu visita-lo, foi a sua mãe que desconhece por completo, o facto de Dylan ser gay. Ao longo da noite, a tensão entre os três vai aumentando e será que se vai conseguir manter os segredos??

 

27
Ago17

A arte de Ismael Álvarez

Há uns tempos atrás eu já aqui tinha falado dele, mas hoje volto a destacar o trabalho do espanhol Ismael Álvarez, e isso porque eu sou um grande fã, já de longa data, do seu maravilhoso trabalho. O homem é um artista e faz ilustrações mesmo dignas de serem apreciadas. E eu, como ando pelo Instagram em busca de artistas com trabalhos semelhantes aos do Vilela Valentin, que apresentei aqui na semana passada, resolvi partilhar com vocês, mais algumas obras de arte do Ismael Álvarez. Vale mesmo a pena ver, espreitar, apreciar e seguir a sua conta do Insta, que apresenta ainda outras grandes fotos bastante sugestivas...

 

 

 

 

 

Quem mais é fã deste artista?

25
Ago17

Akron | +Filme

akron_01.jpg

 

Quem procura filmes de temática gay pela internet, facilmente os encontra. Infelizmente, em Portugal, poucos são os filmes temáticos que chegam até nós através da via comercial ou até mesmo pela TV. Por isso, na falta desses filmes pelo cinema e TV, e quando queremos ver algo diferente, a solução é mesmo a internet. E foi através da internet que eu cheguei até ao filme que hoje irei sugerir.

 

akron_02.jpg

 

Chama-se “AKRON” (que é o nome de uma cidade americana) e o filme é simples, não tem nada de especial, mas chega a ser (meramente) interessante. É diferente! Normalmente, quando procuramos um filme de temática gay onde os protagonistas são dois jovens que se apaixonam, ficamos logo a achar que por aí, vem um filme dramático, onde os pais desses jovens não aceitam a relação dos dois e pior, não aceitam a homossexualidade deles. Com isso, sabemos logo que eles vão sofrer, que vai haver lágrimas e muitas vezes, o final é triste. Com este “Akron” as coisas foram um pouco diferentes. Temos na mesma um filme dramático, mas aqui, não há pais contra a homossexualidade dos jovens, muito pelo contrário. Há pais muito liberais, que amam e aceitam os filhos ao ponto de haver um pai, a entregar uma enorme caixa de preservativos ao filho, para esse ir de férias com o seu namorado. Aqui tudo é aceite, tudo é liberal e todos vivem em paz e amor. O drama aqui vem de uma outra forma.

 

akron_03.png

 

O filme conta a história de Benny e Christopher, dois jovens estudantes que se conhecem na faculdade e rapidamente se apaixonam um pelo o outro. Ambos são gays assumidos, não têm problemas com isso e a família está sempre presente na vida deles, aceitando o namoro dos jovens. O problema, é que existe uma história do passado que separa a família de Benny com a mãe de Christopher e quando essa história do passado salta à tona, o namoro dos dois é posto em causa. A mãe de Benny terá dificuldade em aceitar Christopher e o próprio Benny começara a ver o namorado com outros olhos. Será que essa história do passado passará a ser irrelevante e o amor irá falar mais alto? Sim! Posso dizer-vos que sim. O amor falará mais alto, nem que seja através do amor pela família.

 

akron.jpg

 

O filme é fraquinho, na minha opinião é pouco convincente, tem dois meninos como protagonistas que até são uns queridos, mas não chega a ser um daqueles filmes comoventes, que facilmente atingem o nosso coração, que nos deixam com os olhos em lágrimas, mas… vale a pena assistir…

24
Ago17

Sobrinhos...

...são os seres mais maravilhosos que existem à face da terra. Eu adoro os meus sobrinhos! Já não conseguiria viver sem eles. Digo até que eles são a razão do meu viver e hoje, hoje tenho razões para sorrir ainda mais. Um quarto sobrinho está para chegar. Sim! Vou ser tio de mais um sobrinho, que apesar de ainda ser um pequeno feijãozinho na barrinha da minha cunhada, já conquistou o direito de ter todo o meu amor incondicional. Eles são tudo na vida. E a chegada de mais um sobrinho à família que está a crescer, apenas faz com que o meu coração rebente de tanta alegria...

 

E vocês? Têm sobrinhos? Como é a vossa relação com eles?

23
Ago17

Livros: Aquisições do mês de Agosto

20170822_095045.jpg

 

E tal como ontem já aqui tinha dito, fui gastar dinheiro em mais dois livros. Já não tinha o que ler, se bem que, ainda tenho o livro "Por Treze Razões", que comprei no passado mês de Junho, por ler. Só ainda não tive foi coragem de pegar no livro, pois para além das cenas da série ainda estarem muito marcadas na minha memória, acho que ainda não estou preparado para reviver novamente, o drama da Hanna Baker. Esse livro irá ficar para mais tarde. Por isso, lá fui eu em busca de novos livros, para me acompanhar nos próximos dias.

 

20170822_095116.jpg

 

Um dos livros, comprei já com a intenção mesmo de adquirir. Achei que era fundamental ter o livro comigo, já que eu continuo numa constante luta para manter uma vida mais saudável. Atualmente estou a ser acompanhado pela nutricionista Iara Rodrigues - em que no próximo mês volto a uma nova consulta - e por isso, tinha imensa curiosidade em ler um dos seus livros. Optei pelo "Emagreça sem Fome", já que esse é o meu principal objetivo: emagrecer mas sem passar fome, até porque eu gosto muito de comer. Já andava de olho neste livro há algum tempo e finalmente tenho-o comigo. Agora, vou seguir com muita atenção página à página desta livro e espero que com ele, venha a aprender muitas coisas novas. Coisas que espero que venham a ser úteis para manter uma vida/alimentação mais saudável.

 

20170822_095317.jpg

 

O segundo livro que comprei, foi já mais por impulso. Tanto um como o outro, adquiri os livros num hipermercado e como lá a escolha era pouca, acabei por sentir-me atraído por este "Areias Movediças" de Arne Dahl. A capa chamou-me a atenção e como adoro histórias policiais, a sinopse do livro também me atraiu. Achei o livro um pouco caro mas acho que vai valer a pena ler as 400 páginas do livro e tenho que confessar que o escritor é lindo, com uns olhos azuis de morrer...

 

E agora que já tenho novos livros para me entreter, vai ser só pegar neles e aventurar-me na leitura, mas será que já leram algum destes dois livros? E se sim, o que me têm a dizer em relação a eles?

22
Ago17

4 motivos para fazer desporto logo pela manha

IMG_0605-1942.jpg

 

Eu sou adepto do desporto logo pela manha. Comigo, o ideal, quando não sou atacado pela preguiça, é acordar cedo e ir logo para o ginásio exercitar o corpo. Despacho logo essa parte, por vezes muito difícil, mas assim, fico com o resto do dia livre (e mais leve) para fazer outras coisas. E fazer exercício logo pela manha, tem os seus benefícios. Um estudo revela que é a melhor maneira para começar o dia e manter o bom humor para o resto do dia. Apresento-te agora, 4 motivos apresentados por esse estudo, que afirmam que fazer deporto logo pela manha, é do melhor que há.

 

graphicstock-young-brutal-bearded-strong-man-doing

 

1. Ficas de bom humor durante todo o dia

Realizar atividades físicas, produz endorfinas, que são umas moléculas produzidas por uma pequena glândula situada na base do cérebro e que se estimula com o exercício físico. Começar o dia com as endorfinas em alta, é sem dúvida, um shot de bom humor e boas vibrações.

 

2. Evitas o calor

Sobretudo agora, neste verão e que tem feito um calor horrível. Ao acordares cedo e praticares exercício antes dos teus compromissos profissionais, consegues aproveitar melhor o tempo e evitas assim as temperaturas mais altas.

 

portrait-of-a-muscular-man-doing-exercises-with-ba

 

3. Evitas planos não cumpridos

Pois é! Quantas vezes já combinaste que irias treinar à tarde e depois acabaste por não o fazer? Ora porque deu-te preguiça, ora porque acabaste por sair com os teus amigos e ficaste parado numa esplanada a beber algo fresco, enfim. Se o exercício for praticado logo pela manha, é garantido que depois, terás todo o resto do dia para fazeres outras coisas. Por isso, correr, andar, ir ao ginásio, não convém planear para a tarde, pois esses planos podem não serem cumpridos.

 

4. Melhora o teu ritmo cardíaco e dormirás melhor.

O ritmo cardíaco é o que regula o nosso ciclo de sono. Por isso, o exercício ajuda a regular o ritmo, para assim evitar termos noites de insonias e com problemas acumulados na cabeça. Se pelo contrário realizarmos exercícios à ultima hora do dia, podemos depois ter dificuldades em conseguir dormir, pois isso vai provocar uma ativação do nosso organismo.

 

graphicstock-close-up-portrait-of-a-concentrated-b

 

Agora que já sabes dos benefícios, não deixe para mais tarde, aquilo que podes fazer logo cedo. Pratica exercício nas primeiras horas do dia e verás que o teu dia passará a correr melhor...

 

(Este texto foi livremente traduzido deste artigo aqui...)

22
Ago17

Se Eu Fosse Tua (de Meredith Russo) | +Livros

Terminei ontem de ler, mais outro grande livro que certamente irá ficar na minha memória por muito tempo, pois eu simplesmente adorei. O livro chama-se SE EU FOSSE TUA, e é da escritora Meredith Russo, que é uma mulher transgénero, tal e qual como a protagonista desta história chamada Amanda.

 

se eu fosse tua.jpg

 

Ao contrário de muitos livros que eu compro por acaso e depois com o tempo vou tendo noção do que é que se trata o livro, este "Se Eu Fosse Tua" foi diferente. Eu já sabia de antemão do que é que se tratava, já me tinham sugerido o livro e no dia em que comprei, cheguei mesmo a livraria com essa intenção. Pedi ao funcionário que me encontrasse o livro e sem hesitar, levei-o para casa. Era fundamental ter este livro comigo, pois a história da Amanda, é uma história que em parte está relacionada com a minha vida. Em parte conta um pouco daquilo que eu fui/sou/serei. É uma história tocante que emocionou-me em todos os sentidos. À semelhança da jovem Amanda, que no dia do seu nascimento foi registado como sendo o Andrew, também eu sinto que nasci no corpo errado. A semelhança da Amanda que um dia tentou dar fim à vida, também eu passei por esse drama. E à semelhança da Amanda que passou a ser acompanhada por um psicólogo para corrigir alguns erros do passado, também eu cheguei a ser acompanhado por uma psicóloga e por uma psiquiatra, de forma a dar inicio ao processo de redesignação sexual mas... isso são outras histórias. Histórias que para já não estou preparado para partilhar com mais detalhes. O que posso apenas dizer é que, consegui identificar-me em muitos aspetos, com a história que Meredith Russo resolveu contar e que, curiosamente é também inspirada na sua experiência enquanto mulher transgénero.

 

É muito raro encontrar livros como esse "Se Eu Fosse Tua" e eu adoraria encontrar mais livros desse género. Livros que de uma certa forma, ajudam pessoas a saírem da ignorância. Ignorância essa que está sempre associada à homofobia/transfobia. Livros que retratam a vida de pessoas trans. Pessoas como a Amanda que apenas queria ter uma vida normal como todas as outras. Ter os seus amigos, apaixonar-se por um rapaz e ser feliz. Aqui neste livro, é isso que encontramos na vida da Amanda. Uma jovem que para fugir de um passado, passa a viver com o pai numa outra cidade e aí, conhece pessoas a quem pode chamar de verdadeiras amigas, falsas amigas e ainda o jovem Grant. Um jovem popular na escola, que vê nela aquilo que nunca encontrou em mais nenhuma outra rapariga. Mas nem sempre é possível fugir do passado e quando achamos que ele já ficou bem lá trás, é quando tudo vem à tona, causando uma explosão devastadora.

 

Com pequenos capítulos e com uma história vivida no presente e no passado, "Se Eu Fosse Tua" é uma história que merece toda a nossa atenção e eu recomendo a 100%. Não só aos jovens trans que andam por aí, como também a todo o público em geral.

 

Sinopse do livro: Só porque tens um passado, não quer dizer que não possas ter um futuro. Mudar de escola no último ano e ser a miúda nova do liceu nunca é fácil para ninguém. Amanda Hardy não é excepção: se quiser fazer amigos e sentir-se aceite, terá de baixar as defesas e deixar que os outros se aproximem. Mas como, quando guarda um segredo tão grande? Uma história inspiradora e comovente que nos enche o coração e nos ensina que o amor mais verdadeiro e profundo nasce da coragem de sermos nós mesmos.

 

E agora que venha o próximo livro mas... para já tenho que ir à livraria comprar. Aliás! Como estou em casa de folga e sem nada para fazer, acho que hoje mesmo vou adquirir novos livros...

21
Ago17

Um bom dia com o Maluma

captura_de_pantalla_2017-08-17_a_las_1.49.00_a.m.p

 

Eu não sei como é com vocês, mas eu estou cada vez mais fascinado pelo colombiano MALUMA. Ainda nem tanto por causa da sua música, mas sim por causa da sua exorbitante beleza. O jovem é lindo! Tão lindo que me faz ter pensamentos porcos logo pela manha. E por isso, como acho ele um homem que merece toda a nossa atenção, resolvi partilhar com vocês algumas fotos desse menino, que muito sucesso tem feito por aí.

 

captura_de_pantalla_2017-08-17_a_las_1.48.38_a.m.p

captura_de_pantalla_2017-08-17_a_las_1.50.46_a.m.p

captura_de_pantalla_2017-08-17_a_las_1.51.12_a.m.p

 

E para os mais curiosos e gulosos, para os que como eu, procuram sempre algo mais, circulam pela net algumas fotos mais ousadas e despidas do cantor. Fotos que têm feito furor e que deixam qualquer um de olhos bem arregalados. Para quem não tem problemas do coração, passar por este site aqui, se calhar até vai valer a pena...

 

Bom dia a todos. Uma boa semana e... quem for fascinado pelo Maluma, tal como eu, que ponha o dedo no ar!

 

Eu agora vou a caminho do ginásio e quem sabe se não tenho a sorte de encontra-lo por lá a exercitar o corpo. Bem que eu queria...

20
Ago17

Stung | +Curta

Stung.jpg

 

Angus está e encontrar-se (sexualmente) com todos os rapazes das redondezas na esperança de encontrar o 'tal'. Agora, falta apenas um na sua lista e será que é através desse que irá encontrar o amor??

 

20
Ago17

A arte de Vilela Valentin

Eu continuo a não ser um grande fã das redes sociais e a minha relação com o Instagram continua a não ser a das melhores. No entanto, ontem ao dar uma vista de olhos pelo Insta, acabei por encontrar o trabalho de um artista luso-brasileiro que gostei imenso. Ele chama-se Vilela Valentin e a as suas obras de arte são magníficas. Eu fiquei logo fascinado! Adorei! E como o tipo de arte que ele faz me interessa e muito, resolvi partilhar com vocês algumas das suas obras. Espreitem depois mais alguns dos seus trabalhos na sua conta do Instagram, pois vai valer mesmo a pena...

 

 

 

 

 

Têm conhecimento de outros artistas do género que merecem a nossa atenção? Se sim, partilhem comigo esse vosso conhecimento, pois eu adoraria conhecer outros artistas, com trabalhos semelhantes aos do Vilela Valentin.

18
Ago17

Tão Só o Fim do Mundo | +Filme

tão só o fim do mundo_02.jpg

 

Um dos filmes que eu esperava ver com uma enorme ansiedade, era este “TÃO SÓ O FIM DO MUNDO” do realizador Xavier Dolan. Por variadíssimas razões, eu aguardava ansiosamente por este filme e finalmente, tive agora a possibilidade de o assistir, mas infelizmente, o filme não conseguiu conquistar-me. Não tocou o meu coração. Não me deixou tão arrebatado como os outros filmes do realizador me deixaram. E é pena, porque tinha criado uma enorme expectativa em relação a este filme, que foi muito aplaudido pela crítica e muitos prémios arrecadou nos vários festivais de cinema por onde passou.

 

tão só o fim do mundo_03.jpg

 

Eu sou apaixonado pelo Xavier Dolan. Com apenas 28 aninhos, este jovem realizador já me conquistou a 100%, ao ponto de ser um dos meus realizadores favoritos. Não só gosto dele por ser um grande realizador, como também o adoro como ator e claro, ele (que é gay assumido) tem ainda a particularidade de ser lindo de morrer. Aliando todo o seu talento e beleza, ele ainda consegue fazer filmes que facilmente tocam o meu coração. O primeiro contacto que tive com o Xavier Dolan, foi através do filme “Amores Imaginários”. Logo aí, fiquei perdidamente apaixonado e comecei logo a ficar atento às novidades em relação ao jovem promissor realizador/ator. Hoje, agora que já vi o último filme que ele apresentou no ano passado, posso já dizer que vi todos os filmes realizados por ele e apesar de haver uns que gosto mais do que de outros, a verdade é que toda a sua filmografia é extremamente deliciosa, maravilhosa, fascinante. Xavier Dolan é um verdadeiro artista na hora de contar uma história e todas as suas histórias são verdadeiramente fascinantes. Aqui pelo MORE eu já falei de alguns dos seus filmes (basta passarem por aqui para reverem a minha crítica), mas não posso para já, deixar de referir, que um dos meus filmes favoritos, é o “Mommy” de 2014. Ainda me lembro, que por causa desse filme, eu chorei horrores. E chorei com a mesma intensidade, das três vezes que vi o filme. Enfim…

 

tão só o fim do mundo_04.jpg

 

Mas voltando ao “Tão Só O Fim do Mundo”, como disse logo no inicio, infelizmente esse seu último filme, na minha opinião não foi tão surpreendente quanto os anteriores. É claro que o filme continua na mesma a ser maravilhoso. A realização foi excelente, o desempenho por parte dos artistas também foi maravilhoso, adorei saber que mais uma vez, o realizador deu um principal destaque a banda sonora do filme, mas houve coisas ali que não foram totalmente do meu agrado. Esperava algo mais. Esperava algo diferente e a história do filho pródigo, que regressa a casa ao fim de 12 anos para contar uma (triste) novidade à família, não chegou a comover-me como eu esperava que acontecesse. Acho que faltou ali algumas explicações e aquele final foi um pouco frustrante. Muito daquilo que vemos no filme, faz com que depois sejamos nós a fazer um filme na nossa cabeça, de forma a tentarmos perceber algumas coisas que no filme não ficaram totalmente esclarecidas. Como por exemplo, o porquê do personagem Louis ter fugido de casa e de ter ficado 12 anos longe da família? O porquê ainda da sua família ser tão desequilibrada? O porquê de em algumas cenas falarem de uma casa antiga do passado, onde ninguém quer lá voltar a não ser o Louis? Aconteceu alguma coisa naquela casa? Alguma desgraça que talvez seja por isso que Louis se tenha ainda embora? Enfim! Foram perguntas que eu criei na minha cabeça, mas que depois não cheguei a ter respostas.

 

tão só o fim do mundo_01.jpg

 

De todos os filmes do jovem realizador, este é sem dúvida aquele que tem um elenco mais forte, um elenco de peso, com grandes nomes não só do cinema francês, como do cinema em geral. Este filme é protagonizado pelo jovem Gaspard Ulliel e a juntar-se a ele, temos ainda o grande Vincent Cassel (por quem eu tenho um enorme fascínio) e a atriz Marion Cotillard que… meu Deus! Sou verdadeiramente apaixonado por esta mulher. Adoro-a! Ela é linda, é talentosa e faço questão de seguir todos os seus filmes. No entanto, apesar de também aqui, em “Tão Só O Fim do Mundo” ela ter tido uma interpretação excelente, tenho que confessar que a sua personagem me fez uma certa confusão. Os seus diálogos, cheios de reticencias, me fizeram ter um misto de ódio e carinho por aquela personagem, que à partida não dizia nada de importante, mas aparentemente era aquela que com um olhar, percebia o que ia dentro da alma de cada um dos personagens do filme. A finalizar o elenco em grande, tivemos ainda a atriz Nathalie Baye, que se junta ao grupo das muitas ‘mães’ maravilhosas criadas por Xavier Dolan e por fim, o filme contou ainda com a presença da jovem Léa Seydoux, que aqui, tem também uma excelente interpretação.

 

tão só o fim do mundo.jpg

 

Apesar de a meu ver este filme não ser tão forte como os anteriores filmes do realizador, aqui está na mesma uma ótima sugestão de cinema em casa. Este filme já passou pelos canais TV Cine, mas (felizmente) ao contrário de muitos outros filmes aqui sugeridos por mim, facilmente encontras o DVD deste filme nas lojas especializadas.

17
Ago17

Queres colaborar com o MORE CINE GAY?

colaborador.jpg

 

O MORE CINE GAY funciona como uma base de dados do cinema, curtas e séries de TV com uma temática LGBT e para que essa base de dados cresca ainda mais de dia para dia, será necessário a vossa preciosa ajuda. Se tal como eu, adoras todos os conteúdos temáticos e assistes a muitos filmes/curtas/séries, colabora com o blog partilhando aqui as vossas sugestões. Se viste algo que gostaste e achas que devia estar no blog, envia um email para o moredoo@sapo.pt com essa tua sugestão. Basta indicares o nome do que viste, classificares ele numa escala de 1 a 5 estrelas e escreveres um pequeno texto com a tua opnião. Assim que receber o teu email, a tua sugestão será publicada no blog, com a indicação de que foi dada por um colaborador do MORE. Qualquer filme, qualquer série, qualquer curta que de uma maneira ou de outra aborda a temática LGBT, pode ser sugerida por vocês, por isso, não hesites em colaborar com este novo projecto e participa!

16
Ago17

As Oito Montanhas (de Paolo Cognetti) | +Livros

E o mais recente livro que li, e li-o com um enorme entusiasmo, foi este "AS OITO MONTANHAS" do escritor italiano Paolo Cognetti. Assim que peguei no livro, já quase não consegui parar de ler e durante algumas noites, mantive-me agarrado a ele até tarde, apenas porque não conseguia largar esta emocionante história, que até fez com que eu ficasse com algumas lágrimas nos olhos.

 

as-oito-montanhas.jpg

 

Quando comecei a ler o livro, nunca me passou pela cabeça que por causa dele, iria recordar alguns momentos da minha vida. Iria recordar do meu pai, que já não está entre nós, mas que quando estava, fazia com que eu e os meus irmãos tomássemos o gosto por uma horta que ele tinha e que tanto tempo dedicava a ela. Aquilo era mais do que uma horta, era uma quinta onde para além de cultivar tudo e mais alguma coisa para dar-nos de comer, fazia ainda criação de animais, como porcos, galinhas, patos e coelhos. Na altura, quando era criança e praticamente forçado a estar presente para o ajudar na hora de semear, regar e colher, eu odiava aquilo. Detestava! E com o passar dos anos, esse ódio fez com que a relação entre pai e filhos não fosse a das melhores, já que todo o seu tempo era dedicado à sua horta e aos seus animais. Hoje, com 36 anos e já sem pai há mais de 16 anos, sinto falta de algumas coisas. Não da presença de um pai, pois essa não me faz falta nenhuma. Não tenho saudades dele e jamais terei, mas só tenho pena de na altura, não ter aprendido mais coisas com ele. Mais sobre a agricultura que ele tanto amava e que hoje, começo a perceber que também eu começo a gostar. A horta já não existe, vou na mesma cultivando algumas coisinhas em vaso e só não dou um passo maior, apostando numa horta urbana, apenas porque não tenho o conhecimento que há uns anos atrás recusei ter. Mas enfim... Essa é uma outra história. História que sem conseguir evitar, recordei-me dela enquanto lia "As Oito Montanhas". Uma história que fala da relação de um pai com o seu filho e a cima de tudo, fala de uma história de amizade, de uma grande história de amor. O amor entre dois grandes irmãos, que apesar de não o serem na verdade, mantêm uma bela relação como se fossem realmente dois grandes irmãos de sangue.

 

O livro tem um pouco mais de 200 páginas, mas são páginas que se leem muito facilmente. Página à página, a leitura vai-se tornando fascinante, ao ponto de já não querermos parar. Eu adorei o livro e recomendo a 100%. Vale mesmo a pena! Uma vez mais, obrigado ao blog A Mulher que Ama Livros, por me ter dado a conhecer este maravilhoso livro, que já esta com toda a certeza, na minha lista de favoritos.

 

Sinopse do livro: Pietro é um rapazinho da cidade, solitário e pouco sociável. Os seus pais estão ligados pela paixão da montanha que os uniu desde sempre, mesmo na tragédia, e o horizonte linear de Milão enche-os agora de saudade e nostalgia. Quando descobrem a aldeia de Grana, no sopé do Monte Rosa, sentem ter encontrado o lugar certo: Pietro passará ali todos os verões onde, à sua espera, está Bruno. São da mesma idade mas, em vez de estar de férias escolares, ocupa-se a pastar vacas. Têm assim início verões de explorações e descobertas, entre as casas abandonadas, o moinho e os carreiros mais íngremes. São também os anos em que Pietro descobre que a montanha é um saber, um verdadeiro e adequado modo de respirar. E descobre também que o pai lhe deixa o legado mais verdadeiro: «Ali estava a minha herança: uma parede de rocha, neve, um montão de pedras em quadrado, um pinheiro.» Uma herança que passados muitos anos o reaproximará de Bruno. As Oito Montanhas é um livro magnético e adulto, que explora ligações acidentadas mas graníticas, a possibilidade de aprender e a procura do nosso lugar no mundo. Maravilhoso, literário, intenso e lírico, invade-nos com o ar puro e a luz da natureza e com as cores e os cheiros das estações.

 

Ah! Outra curiosidade em relação a este livro, que em muito me fez lembrar da minha própria vida, é o facto de eu ter uma irmã a viver em Itália. Uma irmã que vive no alto de uma montanha e sempre que eu vou lá passar uns dias com ela, tenho que subir toda aquela montanha assustadora, mas que faz com que eu perca sempre alguns quilinhos. Já estive nessa montanha onde vive a minha irmã numa época de inverno, numa altura em que nevava - e vi neve pela primeira vez na vida e adorei! - e por isso, muitas das coisas descritas neste livro do Paolo Cognetti, soou-me um pouco familiar. Adoro quando um livro está mais próximo de mim, do que aquilo que era suposto.

Pág. 1/3

Os meus blogs

Calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Mais sobre mim

Projeto | Eu Sou Gay

Tens algo a dizer?

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exatamente!!! Excelente esse tutorial, se seguir i...

  • Mauro

    o Sergio Marone é um gatão.

  • Anónimo

    914370704

  • Anónimo

    Tem o livro? Quer vender?

  • Anónimo

    Olá tens previsão para a segunda temporada??

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Sigam-me no Twitter

Quer ler histórias MORE?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.