Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MORE

Num só blog, está tudo aqui! O MORE tem desabafos/opiniões em relação a mim e ao que se passa à minha volta. Tem sugestões de cinema, televisão e não só. E tem mais, muito mais...

29
Set16

Nunca é tarde para amar (e namorar!)

Nunca é tarde para amar.jpg

 

Atrás da minha casa há um jardim. Jardim esse, que em tempos, quando eu era uma criança, estava sempre cheio de outras crianças a brincar. Depois da escola, do almoço e depois de fazerem os trabalhos de casa, era frequente os miúdos todos da rua, encontrarem-se no jardim para brincar, seja à bola, às escondidas, à apanhada, ao elástico, pião, berlinde, enfim! Não havia brincadeira que faltasse! Mas isso, tal como disse no inicio, foram outros tempos. Agora, já não se vê criança nenhuma a brincar por lá. É certo que os meninos de antigamente, agora cresceram. Já são homens, mulheres e já não querem saber de brincar no jardim. Mas existem na mesma, outras crianças a morar na mesma rua que eu. Crianças essas que já não sabem o que é brincar na rua e nem sequer devem saber o que é um berlinde. Apenas brincam em casa com as consolas, os tablets, computadores e afins. São outra geração.

 

Mas nesse mesmo jardim, atrás da minha casa, se antes eram as crianças que andavam por lá, hoje, talvez posso até afirmar, que o jardim tornou-se numa casa de banho pública canina. É que todos os cães da minha rua e das ruas arredores, vão parar ao jardim para fazer as suas necessidades. Coitados! Tal como nós, os cãezinhos também têm que fazer as suas necessidades e eu não me chateio por isso. Chateio sim é com os donos. Donos esses que nem sempre limpam o ‘brinde’ deixado no chão pelo seu cãozinho e… isso irrita-me! Irrita-me mesmo e até já tive algumas ‘discussões’ com vizinhos por causa disso. Mas acho que agora a situação até já tem andado melhor. Acho que os donos já têm a consciência de que não podem deixar os ‘brindes’ pelo chão, a mercê de qualquer um pisar. Mas não! Não é sobre isso que eu quero falar com este texto. O título do artigo fale em amor e é de amor que eu vou falar já de seguida.

 

Pois bem! Volto ao jardim atrás da minha casa. Um jardim que em tempos até já foi bem mais bonitinho, mas que continua a ser um excelente jardim para passar as tardes. E de facto, há muita gente que passa lá grandes tardes. E quando falo de ‘gente’, estou mesmo a falar de adultos. Por causa do ir passear os cães, muitos são os adultos que depois acabam por reunirem-se, enquanto os seus cães estão na brincadeira. Acredito que com isso, acabe-se por criar algumas novas amizades. Pois há ali um encontro diário, todos os dias e à mesma hora. E para além dos donos dos cães, pelo jardim também passam por lá, vários casais de namorados. Sim! Todos os dias sem exceção, há um ou dois casais, que aproveitam os bancos e as sombras do jardim, para trocarem alguns beijos com a sua cara metade. E há casais bastante atrevidos até, que não se limitam aos beijos, mas de forma discreta, fazem ali outras coisas. Claro que não estou a falar do sexo público, mas às vezes, há casais que abusam na agarração. E de há uns dias para cá! Há um casal que tem chamado a atenção exatamente pela agarração exagerada.

 

Eu moro num R/C e a janela da minha cozinha, fica mesmo de frente com um dos bancos mais procurados do jardim, por ter uma maravilhosa sombra de uma arvore. Por isso, sempre que eu entro na minha cozinha, não há como evitar, vejo sempre quem está nesse banco. E de há uns dias para cá, quem por lá costuma estar, é um casal que... Dizem que o amor é para todas as idades. Nunca é tarde para amar! E na minha opinião, ainda bem que isso é assim. Não importa a idade! Seja um jovem adolescente, um jovem adulto, ou um idoso, qualquer um é livre de amar e de demonstrar esse amor. Só que no caso de idosos, por vezes não é muito frequente vermos essas demonstrações de amor em público. Os jovens já sabemos, que não têm vergonha nenhuma e seja num jardim, num autocarro, numa sala de cinema, não hesitam em agarrar e beijar a sua cara metade. Mas por norma, um casal mais idoso, é sempre um pouco mais discreto. Andam de mãos dadas, trocam uns selinhos, fazem umas caricias no rosto da pessoa amada, enfim… Isso não é propriamente o que acontece com o casal que agora resolveu namorar todas as tardes no jardim. Não sei precisar que idade têm, mas a mim parece-me que já devem estar na casa dos 60 e tal. E apesar da idade, os dois ficam a toda a hora aos beijos. Mas não é daqueles beijos simples, não! É daqueles que quase rouba a respiração a uma pessoa. E depois há a mãozinha abusada do senhor, que coitado, deve andar todo excitado, que volta e meia, lá ataca o corpo da senhora e enquanto beija, a sua mão vai parar às mamas dela. É uma agarração total e… serei eu obrigado a ver uma cena dessas? Não! Claro que não sou! Por isso é que quando vou a cozinha, faço o que tenho ali a fazer rápido e dou meia volta para ir embora. Não quero estar a presenciar essas intimidades. E apesar de fazer uma certa confusão, os dois são livres para fazerem o que querem e ao que parece, devem ser um casal recente que têm mais é que aproveitar mas…

 

E eu agora pergunto: Se fosse um casal de homens aos beijos naquele jardim, será que diariamente eles voltariam ao local do crime para namorarem? E pergunto isso, porque da mesma forma que eu consigo ver tudo o que se passa no jardim através da janela, sei bem que outros vizinhos, têm a mesma visão que eu. Será que se fossem dois homens, algum vizinho ira opor-se àquele momento de amor? Isso por acaso, é coisa que nunca aconteceu. Acredito piamente que naquele banco já tenha sentado algum casal homossexual mas, que eu tenha visto, nunca houve beijo. Mas se um dia houver, terei curiosidade em saber o que os meus ‘puritanos’ vizinhos irão dizer…

Os meus blogs

Calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Mais sobre mim

Projeto | Eu Sou Gay

Tens algo a dizer?

Comentários recentes

  • Anónimo

    Também me surpreendeu o filme, eu não esperava tam...

  • Anónimo

    Aprendi . QUE EU TENHA SORTE. VAI SER A PRIMEIRA V...

  • Anónimo

    so de ler ja estou com tezão

  • Anónimo

    o banho tem secções no meu ginasio e por isso nimg...

  • Carlos Lontro

    A minha sobrinha é lésbica mas os meus pais e irmã...

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Sigam-me no Twitter

Quer ler histórias MORE?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.