Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MORE

Num só blog, está tudo aqui! O MORE tem desabafos/opiniões em relação a mim e ao que se passa à minha volta. Tem sugestões de cinema, televisão e não só. E tem mais, muito mais...

11
Set15

A minha rotina diária mudou...

Tenho andado ausente. Tenho andado ocupado. Mas é por um bom motivo! Desde esta segunda feira, a minha rotina diária mudou por completo. Depois de ter ficado quase 4 anos desempregado, finalmente estou a trabalhar e por isso, praticamente já nem tenho tido tempo para passar por aqui e nem mesmo para ligar o computador. Hoje estou para aqui a escrever no meu smartphone enquanto gozo a minha hora de pausa no trabalho mas escrever por aqui não é nada prático. Também não tenho tido muito tempo para navegar na net e ver o que há de novo por aí mas assim que tiver a minha folga (que felizmente é já amanhã!), irei actualizar-me. Tenho andado cansado. Muito cansado! Estou cheio de dores no corpo mas confesso que estou bem. Sinto-me bem. Animado. Custa acordar cedo mas depois de tantos dias em desespero, parece que tudo está agora a andar no caminho certo. E ainda bem! E por hoje, nada mais digo. Continuação de um bom dia e bom fim de semana...

10
Set15

Curta | Gaydar


 


Às vezes eu pergunto: Será que essa coisa do gaydar, funciona mesmO? Será que dá para confiar nele? Dizem que todo o gay tem um gaydar e que é sempre muito útil mas... eu não sei como é com vocês mas eu sei que sou gay e sei também que se essa coisa do gaydar existir mesmo, o meu está completamente avariado. Ou talvez nunca existiu em mim pois eu não acerto uma. Bem! Para falar a verdade não é bem assim. Às vezes, quando olho para uma pessoa, consigo realmente perceber se essa pessoa é gay ou não. O meu problema, é que eu tenho por hábito apaixonar-me apenas por heterossexuais. E talvez, nessas situações, o meu gaydar até apite bem forte a dizer-me que eu estou a apaixonar-me pela pessoa errada mas... Quando uma pessoa se apaixona, não tem mais olhos nem ouvidos para mais nada.


 


Hoje, volto a partilhar com vocês, uma curta-metragem que fala precisamente sobre essa questão do gaydar. A curta aliás, chama-se mesmo "GAYDAR" e ao que parece, já ganhou alguns prémios. É uma curta amadora mas mesmo assim, os jovens que compõem o elenco têm talento e a história está super divertida. Vale a pena ver e no final, comentar...


 


09
Set15

Cruzei-me com este homem e...


 


Andava eu descontraidamente a andar pela rua, quando de repente deparo-me com que este homenzão que é de chorar e pedir por mais! Claro que os meus olhos fixaram-se na sua beleza e não vi mais nada à minha volta. E quando dei por mim... catrapum!! Tropecei num degrau e fiquei estendido no chão...


 








 


Mentira! Claro que é mentira! Quem me dera a mim cruzar-me com este belo homem. Claro que os meus olhos iriam fixar-se a ele, mas de forma a não passar vergonha, iria fazer os possíveis para não esbarrar no chão.


 


(crédito das fotos)

08
Set15

Curta | O Melhor Amigo


 


Apaixonar-se por um heterossexual, é sempre uma situação muito complicada. Apaixonar-se pelo seu melhor amigo, que ainda por cima é heterossexual é... bem! É uma situação bem mais complicada. E às vezes dá para evitar passar por essas situações mas por outras, não há como fugir desse sentimento. E claro! Sabe-se logo à partida de que esse amor não correspondido, trará muito sofrimento. Eu já passei por isso e não recomendo a ninguém.


 


Mas não estou agora aqui para falar das minhas experiências. Hoje, vou partilhar com vocês, uma curta-metragem que encontrei no YouTube à bem poucos dias e que identifiquei-me com ela, logo nos primeiros minutos da curta. "O MELHOR AMIGO" é uma curta-metragem brasileira e que conta com o jovem Jesuita Barbosa como protagonista. Já não é a primeira vez que o jovem interpreta um personagem gay e... eu não quero ser má língua mas... pela net já se encontrou várias noticias que davam como certa a sua homossexualidade e... Seja gay ou não, o que interesse é que ele é um jovem actor, com muito talento para mostrar.


 



 


E em relação a ti, já passaste por uma situação idêntica?

07
Set15

Será este o meu príncipe encantado?


 


Desde pequeno que eu sonho com o meu príncipe encantado. Aliás! Qual é o jovem gay que não passou a sua adolescência a sonhar com a chegada do príncipe encantado? Quase todos nós sonhamos mas da forma mais cruel, acabamos por descobrir que os príncipes não existem. São todos uns sapos! Ups! Afinal... eu acho que existem! E eu acabei de encontrar o meu principezinho...


 






 


E aviso já! Ele é meu, só meu e de mais ninguém...


 


(crédito das fotos)

07
Set15

Com um é bom e... com dois, como será?


 


Fantasias sexuais todos temos! Sejamos homossexuais, heterossexuais ou outra coisa qualquer, todos temos as nossas fantasias. Umas mais estranhas que outras e algumas já realizadas e outras ainda por realizar. Faz parte da condição humana termos essas fantasias bem guardadas na nossa cabeça. Fantasias essas que podem ser com a pessoa amada, ou então, com um estranho qualquer que cruzou-se connosco na rua. E talvez, uma das fantasias mais comuns, seja na menta dos gays, como na dos heterossexuais, é a fantasia de um dia, praticarem o sexo a três. É porque se o sexo já é tão bom quando oferecemos o nosso corpo a uma só pessoa, quando estamos a oferece-lo a duas bem... eu imagino que seja uma coisa do outro mundo! E digo imagino porque sim, esta apesar de ser uma das minhas fantasias, ainda não tive a oportunidade de fazer com que essa fantasia sexual se realizasse.


 



 


Há uns dias atrás, por aqui, coloquei-vos uma pergunta: "Já alguma vez tiveste sexo a três?" A pergunta ainda está a espera das vossas respostas e tal como prometi naquele dia, hoje irei falar-vos um pouco sobre este assunto. É que apesar de não ter experiência na matéria, eu acredito piamente, de que quem passa por essa experiência, vive um momento mágico. Pois se assim não fosse, acho que não havia muitos a terem essa fantasia e muitos ainda a quererem realizar essa fantasia o quanto antes. E quando digo muitos, são realmente muitos! Aliás! Eu diria até que no mundo gay, está na moda essa coisa de querer praticar o sexo a três. E digo que está na moda, pois através dos sites e apps que andam por aí e que facilitam-nos a vida na hora do engate, e que eu até já falei delas por aqui, encontram-se por lá, muitos casais de namorados à procura de um terceiro elemento para apimentar a relação. Eu próprio já cheguei até a ser abordado por alguns desses casais, para ser então esse terceiro elemento na hora do sexo mas... na hora H, eu tive receio de realizar essa minha fantasia e acabei sempre por faltar aos encontros. Sim! E a palavra certa nessas situações é mesmo 'receio'. É que por muito que essa fantasia esteja vincada na minha cabeça, por muito que a imagem de ser possuído por dois ao mesmo tempo seja muito agradável, a verdade é que eu sinto que ainda não estou preparado para passar por uma experiência dessas. Não com dois estranhos. Estranhos esses do qual eu nunca sei quais são as suas verdadeiras intenções. É que eu sou um pouco paranóico, sabem?! E no estado em que este Mundo estranho e cruel anda, é-me muito difícil confiar nas pessoas. E às vezes, quando marco um desses encontros sexuais com uma só pessoa, já fico sempre com um pé atrás. Mas vou sempre com aquela ideia de que com uma só pessoa, se essa quiser-me fazer algum mal, eu pelo menos consigo defender-me. Agora se forem dois e se esses dois tiverem outras intenções para comigo, que não seja propriamente o sexo, aí eu já não terei tanta certeza se terei condições de me defender. Mas enfim! Essas questões de segurança na hora de encontrar-me com pessoas estranhas para sexo, fica para um artigo futuro. Agora deixa-me continuar com o sexo a três.


 



 


Uma das dúvidas que eu tenho em relação ao sexo a três é se antes de começarem o sexo propriamente dito, se essas pessoas primeiro falam entre si, para definirem o que é que cada um irá fazer nessa relação? Qual será o papel de cada um deles? E quando se trata de um casal de namorados, a incluir um terceiro elemento na relação, como é que se sente um dos namorados ao ver o seu namorado a ter sexo com o estranho? Será que toda a situação em si, não será muito estranha? Eu sei que quando se fala de sexo a três, ou melhor, quando se fala de qualquer tipo de sexo, eu sei que sexo é sexo e amor é amor. Não podemos e nem devemos confundir as duas coisas mas... e se num desses momentos a três, um dos namorados começar depois a ter um sentimento mais forte para o terceiro elemento dessa relação, como é que se reage nessas situações? Eu sei! Todas essas questões são apenas questões de quem não percebe nada desta matéria. E realmente não percebo! Sexo a três é apenas uma das muitas fantasias sexuais que eu tenho e para falar-vos a verdade, não sei bem quando é que irei conseguir realizar essa fantasia. Mas que deve ser bom, lá isso deve! Então se os dois homens fizerem o papel do activo e eu for a única passiva ali no meio, ui, ui!! Só de pensar já fica com arrepios.


 



 


E quanto à pergunta que está à espera das vossas respostas, ela continua no ar e à espera que digam qualquer coisa. Se já passaram por uma experiencia de sexo a três, ou quem sabe a quatro, a cinco, ou então se já participaram numa daquelas festas de gangbang, contem-me como foram essas experiências? Se gostaram, se odiaram, qual foi a vossa posição nessa relação, enfim?! Contem-me o que quiserem. E até mesmo, se forem virgens nesta matéria tal como eu, deixem na mesma os vossos comentários. Digam-me o que acham de tudo isto??

06
Set15

O estranho fenómeno das selfies


 


No seguimento do artigo anterior, resolvi agora expor aqui a minha opinião em relação às muitas selfies que diariamente invadem o mundo da internet. E se me perguntarem directamente o que eu acho em relação a elas, a minha resposta é a seguinte: Para ser sincero, eu não consigo perceber todo esse fenómeno das selfies...


 



 


Claro que não sou contra às selfies, até porque não há razões para o ser. Eu próprio também tiro de vez em quando algumas selfies, mas sempre na companhia de algum familiar e sempre para querer destacar algo que está atrás de nós, normalmente uma bela paisagem. Essas selfies eu até acho piada e quando eu afirmo que não percebo esse estranho fenómeno, estou a referir-me às selfies que os jovens têm agora a mania de tirar. E quem diz jovens, diz também homens adultos. É que a moda pegou e parece que já não há quem não faça. Basta agarrar no telemóvel, colocar-se em frente a um espelho (ou não!) e tirar uma bela duma selfie para mostrar ao mundo. Mas atenção, essa selfie tem que preencher obrigatoriamente alguns requisitos. E quais são eles? Simples! A moda entre jovens desconhecidos e até mesmo conhecidos - pois o que não falta são actores e modelos a fazerem o mesmo - é tirarem uma selfie com o mínimo de roupa possível e para os mais corajosos, os mais atrevidos, a moda mesmo é tirar as selfies completamente nus e a evidenciar aquela zona (maravilhosa!) para o mundo ver. E sim! São essas as selfies, que têm virado um fenómeno mundial, que eu não percebo.


 



 


Não vou ser hipócrita ao ponto de dizer que não gosto de ver essas selfies. Claro que gosto! Eu não sou nenhum santinho e algumas dessas selfies deixam-me completamente de queixo caído. E porque não dizer, completamente excitado! Eu gosto de ver, gosto de apreciar mas o que me irrita, é a provocação dessa gente. Os jovens de hoje em dia, e quando digo jovens, refiro-me também aqueles que ainda nem sequer são maiores de idade, mas já andam pela net, a comportarem-se como gente adulta e a fazerem coisas impróprias para a idade deles mas... enfim! O que eu queria dizer, é que esses jovens hoje em dia, andam demasiado ousados. Demasiado atrevidos. Demasiado malandros para o meu gosto. A toda a hora andam a tirar selfies atrevidas e de imediato, publicam na net para que todos fiquem babados a olharem para eles. E depois parecem que andam sempre, de forma discreta, a competirem uns com os outros, como quem diz "olha, os meus abdominais são maiores que os teus", "as minhas pernas estão mais trabalhadas que as tuas", "os meus braços têm mais músculos que os teus" e claro "o meu pénis é bem mais avantajado do que o teu", enfim... 


 



 


Até hoje, confesso que nunca tirei uma selfie para evidenciar o meu corpo. Mas também, com o corpo que eu tenho e com a beleza (zero!) que eu tenho, acho que ninguém teria interesse em espreitar a minha selfie. Mas se eu fosse um Deus Grego e tivesse um corpo todo trabalhado, será que eu próprio não faria uma dessas selfies para me exibir? Sim! Porque quem faz isso, está apenas a fazê-lo para se exibir e eu acredito que não seja para exibirem-se às mulheres. Sejam heterossexuais ou gays a tirarem essas selfies marotas, eles fazem mesmo é para serem apreciados pelos homens. Muito por causa daquela situação que eu referi há pouco de eles quererem competir uns com os outros mas olha, se eles são felizes em se mostrarem ao mundo dessa forma, eles que o fazem. Aqui desse lado, haverá sempre alguém de olhos bem abertos para espreitar essas selfies.


 



 


E agora eu pergunto: Tu já tiraste e publicaste na net, algumas dessas selfies marotas? Eu fico à espera das vossas respostas...


 


E eu agora imagino que depois de toda essa conversa, vocês estejam à espera que eu publique aqui, algumas dessas selfies marotas, não estão? Mas não! Meus caros amigos, as selfies que eu aqui tenho permissão para mostrar, são mesmo as que já estão a acompanhar este artigo. Mas, aproveitando esse tema das selfies, vou aproveitar para dar-vos a conhecer um outro blog que eu tenho e que nesse sim, vocês podem ver vários exemplares dessas selfies. Para além do Twitter que eu tenho, e que eu espero que vocês já estejam a seguir, tenho ainda uma conta no Tumblr, onde com alguma frequência, publico coisas que aqui no MORE não posso publicar. O blog chama-se ADORO HOMENS e por lá, vais encontrar coisas bem mais ousadas, mais atrevidas, mais deliciosas, mais sensuais, mais eróticas, enfim... mais de tudo e que com certeza, será do agrado daqueles que tal como eu, adoram homens. Se és maior de 18 anos e tens uma open mind, passem pelo meu blog desfrutem dos prazeres que andam por lá...

06
Set15

Tutorial: Como tirar selfies incríveis do seu pênis do jeito certo?


 


Não adianta fingir que não é com você. Todo homem, pelo menos uma vez na vida, já tentou tirar foto do pinto. Se você nunca tentou, um dia vai. Ah, vai!


 


E no caso de muitos gays, essa sessão de fotos é interminável, afinal, os aplicativos de pegação precisam ser constantemente atualizados e sempre á um boy magia esperando suas nudes. No entanto, nem todo mundo sabe valorizar seu melhor ângulo e, por conta disso, nós selecionamos as melhores dicas para deixar seu amigão do jeito que o povo gosta.


 


Ambiente


 


Antes de qualquer coisa nesta vida, o local onde a foto será tirada precisa ser bem escolhido. Tome cuidado com aquele quarto bagunçado, parede descascada, sofá com prato de comida ao fundo, ou até mesmo o banheiro público. Não pega bem. Mesmo se você ser for bem dotado. Por segurança, evite locais com uma pintura ou objetos específicos de decoração. A galera está atenta e louca pra descobrir de quem é aquela neca.


 



 


Duro ou Mole?


 


Quesito complicado, porque envolve fetiche. Mas, se você for um cara esperto, nem um, nem outro. Que tal apostar no meia bomba? A técnica de deixá-lo semi ereto é a melhor forma de despertar a curiosidade de quem for receber a imagem, fazendo acreditar que de onde veio esse “monumento”, pode vir muito mais.


 



 


O matagal


 


Aqui também rola um fetiche forte, afinal, pelos masculinos nunca saem de moda. Agora, no caso de você não ser muito dotado, é melhor dar uma aparada geral. Além de passar uma imagem mais higiênica, a técnica vai valorizar o tamanho do pinto.


 



 


Iluminação


 


Cara, é sério. Tenha em mente que fotografia é luz. Sempre! A iluminação influencia muito qualquer clique, mas nesse caso, o indicado é fazer um ar misterioso, com apenas um ponto de luz. Quanto mais sombras, mais volume, basta procurar qual lugar a iluminação favorece melhor o teu “sabre de luz”.


 



 


Ângulo


 


Fique atento, porque essa é uma das parte mais complicadas. Para valorizar o desenho natural da sua rola, temos dois truques básicos.


 



 


Para quem não sabe, plongeé é o nome dado a essa angulação de câmera. No caso do seu neca, a melhor opção para torná-lo maior é o contra-plongeé, ou seja, de baixo para cima. Repare na diferença gritante da imagem abaixo.


 



 


De Frente


 


Se você é gordinho e não está feliz com seu corpo (esperamos que não seja o caso, porque você é lindo do jeito que é!), uma boa dica é tirar a foto em frente a um espelho, ou mesmo de pé. Foque a imagem diretamente no garotão. Desta forma, evita-se mostrar a barriga e qualquer tipo de comparação por tamanho.


 



 


Como aumentar o tamanho em 1 clique


 


Talvez você não tenha sido beneficiado pela genética, mas temos certeza que aprendeu a usar seu instrumento. Se for o seu caso, além das dicas citadas acima, existem outros truques para que o “mini-me” vire um “long dong”.


 



 


Mão boba


 


Deixar o pau pendurado não vai valorizar o tamanho, então, para fazer uma comparação sutil, deixe a mão por perto de forma estratégica. O primeiro truque é afastá-la um pouco, de forma que fique menor em perspectiva da foto.


 



 


Mão Grande


 


Outro truque é colocar a mão estrategicamente bem na cabeça do pau. Assim você vai alongar instantaneamente sua envergadura.


 



 


Mão amiga


 


Outra sugestão maravilhosa é segurar sua “espada” como indicado na segunda imagem (direita). Valorizando o corpo do “membro”.


 


Uma última dica: Quanto menos forçado a foto parecer, maior é a chance de aprovação. Mas a real é que, independente de tudo, o importante é se curtir.


 


(Fonte:GaySon)


 


E num próximo artigo o MORE vai mostrar-te algumas dessas fotos ousadas. Fiquem atentos...

06
Set15

Um desfile de fabulosos super heróis...


 


Na semana passada, mostrei-vos o trabalho do artista Jirka Väätäinen, que era dedicada aos belos príncipes da Disney. Hoje damos um salto da Disney, para os super heróis da Marvel e da DC Comics e... quem é que não é fã dos super heróis?! Quem é que já não teve, ou ainda tem, tórridas fantasias com alguns e maravilhosos super heróis? Eu não vou negar! Vou até confessar que neste momento, o meu super herói favorito é o Green Arrow, interpretado pelo (bonzão!) Stephen Amell na série "Arrow", que em breve irá regressar para a sua quarta temporada. No papel de Oliver Queen / Green Arrow, Stephen é um verdadeiro arraso e eu... bem! Eu estou apaixonado!


 


Mas em relação ao artista de hoje em destaque, o seu nome é Fab e através do seu blog no Tumblr e ainda da sua conta do Instagram, ele publica muitas das suas ilustrações, e as que agora apresento, são apenas algumas delas dedicadas ao universo dos super heróis. Fiquem atentos às ilustrações, pois no final irei colocar-vos uma difícil questão.


 



(The Flash)



(Superman)



(Shazam)



(Iron Man)



(Green Lantern)



(Green Arrow)



(Gambit)



(Captain America)



(Captain America)



(Aquaman)


 


E agora a difícil pergunta: Qual é o teu super herói favorito? Com quem é que gostavas de formar um par, nessa interminável luta entre o bem e o mal??

06
Set15

O Cinema Gay que está para chegar... El Virus de La Por


 


Falar da pedofilia é sempre um tema muito complicado mas é exactamente sobre isso que se fala no filme espanhol "El Virus de La Por". Ou talvez não! Talvez o achar que se trata de pedofilia, está apenas na nossa cabeça. Enfim! Este filme conta a história de um professor de natação, que dá aulas a crianças e um dia, alguém o apanha a abraçar e a dar um beijinho a uma das crianças, apenas porque essa conseguiu nadar sem o auxilio das braçadeiras. Quem espreitou essa cena, irá ficar com a ideia de que aquele professor terá outras (e más) intenções com os seus alunos e por isso, começa-se a gerar um conflito entre os pais e o jovem professor, que vê a sua vida tornar-se num inferno, por causa dessa suspeita de pedofilia. Confesso que o trailer despertou a minha curiosidade e apesar de não existir data prevista de estreia em Portugal, eu acho que vou querer ver este filme quando chegar a Portugal e isso é se chegar...


 



 


06
Set15

O monstro que não sai do armário...

Às vezes penso que tenho um monstro dentro do meu armário. Um monstro que faz um rebuliço tão grande que quando eu o abro, apanho sempre um susto de morte. Mas não! Não existe nenhum monstro dentro do meu armário. E talvez o monstro seja mesmo eu, que já saí do armário há bastante tempo. E porque é que eu é sou o monstro? Porque volta e meia, lá estou eu a atirar a roupa lá para dentro, assim, sem mais nem menos. Por isso, quando nos dias a seguir vou abri-lo, apanho sempre o tal susto de morte. É t-shirts para um lado, calças para o outro, camisas por ali, meias por aqui, é cuecas por todos os lados. E hoje, quando abri o meu rico armário, disse para mim mesmo que terei que livrar-me do monstro que há em mim o quanto antes. Por isso, por muito que não tenha vontade nenhuma, terei que arrumar o armário. E mais! Terei que arrumar todo o meu quarto e... só de pensar já me está a dar preguiça! Mas não! Não posso ganhar preguiça! Tenho que levantar esse rabo preguiçoso da cadeira e limpar a toca do monstro. Que no final tenho a certeza que irá ficar que nem os aposentos de um príncipe mas até lá... bem! Tenho muito que fazer...


 


Bom domingo a todos e se por acaso também reservaste o dia de hoje para as lides domésticas, boa sorte com isso!!

05
Set15

24 Razões lógicas porque devemos namorar com um homem com tatuagens... (parte 4)

Tatoo04


 


E hoje chego ao fim com as 24 razões lógicas porque devemos namorar com um homem que tenha tatuagens. Relembro que o artigo que vão ler a seguir foi escrito por uma mulher e direccionada para as mulheres, mas eu acho que isso também se adequa perfeitamente aos homens que gostam de homens. O que é que vocês acham? Vejam agora mais 6 razoes e no final deixem as vossas opiniões.


 


Tatuagens  (17)


 



  1. Ele já passou por muita m*rda.


 


Um homem tatuado é um homem complicado, um que já viu muita coisa neste mundo e que passou a perna à vida. Ele é o tipo de homem que cresceu com as ocorrências que enfrentou e aprendeu uma lição com todas. Ele não está danificado; ele tem um escudo mais forte.


 


Tatuagens  (18)


 



  1. Ele não tem problemas em falar com estranhos.


 


Ele não tem medo de falar com pessoas e fazer novos amigos com quem pode aprender coisas novas. Ele está aberto para entrarem novas pessoas na sua vida e facilmente encontra conforto em qualquer conversa. Ele tem sempre muito para dizer e vai florescer em qualquer interacção social.


 


Tatuagens  (20)


 



  1. Ele encontra beleza na escuridão.


 


Uma das suas maiores qualidades é a habilidade para encontrar beleza nos lugares mais abstractos. Ele vê as coisas de uma maneira tão fascinante que tu darias tudo para entrar na sua mente e trazer cá para fora os seus métodos de compreensão.


 


Tatuagens  (21)


 



  1. Ele tem uma história que vale a pena ouvir.


 


Alguém dedicado à arte corporal é raramente uma pessoa aborrecida. Este homem tem uma história colorida. Ele pode contar grandes histórias com um carisma que pode tirar o fôlego a qualquer mulher. Ele é realmente dinâmico.


 


Tatuagens  (22)


 



  1. Ele não vive pelas normas sociais.


 


Ele não está agarrado à necessidade de fazer as coisas a preto e branco. Ele tem confiança suficiente nos seus talentos e habilidades para conhecer que um verdadeiro sucesso não se mede pelo tamanho das casas ou os cavalos do motor de um carro, mas no quanto rica tem sido a sua vida.


 


Tatuagens  (23)


 



  1. Ele é fantástico num todo.


 


Eu já falei disto sobre um homem com um rabo jeitoso e não deixa de ser também verdade para um homem com tatuagens. Esse homem é um amante intenso e dinâmico debaixo dos lençóis. Ele vive cada momento e está extremamente presente nos tronos da paixão.


 


(fonte: Coffee Break)

05
Set15

O Cinema Gay que está para chegar... Grandma


 


Depois de ver o trailer do filme "Grandma", fiquei com a sensação de que este filme se trata de uma comédia ligeira e que eu até sou capaz de querer vê-lo. O filme conta a história de uma jovem adolescente, que descobre estar grávida e de forma a conseguir dinheiro para seguir com um aborto, pela ajuda à sua avo lésbica. Bem! O trailer para mim não chega a mencionar a sexualidade da avó, mas é como lésbica, que ela é identificada pelos textos que li na net. Na minha opinião, este "Grandma" não chega a ser tão forte como os filmes anteriores que já aqui mencionei mas também não parece mau de todo. Quanto à estreia, ainda não existe data prevista para Portugal.


 



 


04
Set15

O Cinema Gay que está para chegar... Carol


 


O primeiro teaser trailer do filme "Carol" pouco ou nada mostra mas de qualquer forma, já dá para perceber, que iremos estar perante uma bela história de amor. Este filme realizado por Todd Haynes, chegou a passar pelo Festival de Cannes e foi muito aplaudido. Ele conta com a presença de uma das melhores actrizes dos últimos tempos, Cate Blanchett, que aqui interpreta a personagem que dá nome ao filme, e que irá apaixonar-se pela jovem Therese, interpretada por Rooney Mara. E do pouco que se viu no trailer, foi já o suficiente para eu estar curioso em relação a ele. Este é mais um filme que eu quero muito ir ver ao cinema, só ainda não há é data prevista de estreia em Portugal.


 



 


04
Set15

1+1=1 (brevemente!!)

umMAISum


 


Era suposto esta semana começar com a apresentação do primeiro capítulo da minha história chamada 1+1=1. No entanto, tenho andado um pouco atrasado em alguns capítulos e como não estava muito satisfeito com os primeiros, tive que andar a fazer algumas alterações. Já tenho alguns capítulos prontos para serem apresentados mas prefiro para já, adiantar-me um pouco mais na história, para depois ter a possibilidade de apresentar um capitulo novo todas as semanas. Por isso meus caros amigos, para já não vou adiantar nenhuma data de quando irei aqui estrear o 1+1=1. Será com certeza ainda durante este mês de Setembro mas fiquem atentos ao blog. Em breve saberão mais novidades.

03
Set15

Cinema | Pride (Matthew Warchus_2014)

Pride

 

 

 

Por acaso já tiveram a oportunidade de assistirem ao filme "PRIDE"?! Olha que se a resposta for "não", a única coisa que eu tenho para vós dizer, é que devem vê-lo o quanto antes. É que vocês nem imaginam o grande filme que estão a perder. Eu recomendo o "Pride" a 100%  e quem já o viu, irá com certeza concordar comigo, quando eu digo que este filme é 5 estrelas! Não percam!

 

 

 

Infelizmente, na altura em que estreou nas nossas salas de cinema, há uns bons meses atrás, eu não tive a oportunidade de o ir ver. Sabia, através do trailer, que com toda a certeza absoluta eu iria amar esse "Pride" mas não surgiu a oportunidade para ir vê-lo no grande ecrã. Mas nunca é tarde! E ontem, resolvi passar parte da minha tarde a ver este filme realizado por Matthew Warchus e que conta com um maravilhoso elenco de jovens actores e de outros actores já muito conhecidos e talentosos, como é o caso de Bill Nighy. O seu nome é talvez o mais sonante de todo o elenco isto apesar de a sua personagem ser até muito pequena mas nem por isso, desinteressante. Aliás, uma das grandes cenas do filme é apenas protagonizada por ele e pela actriz Imelda Staunton e essa cena, que eu não vou revelar qual é, está simplesmente fantástica. Ou melhor! Todo o filme é fantástico! Do principio ao fim, o filme conseguiu cativar-me a cada momento, a cada cena, a cada história conjunta ou individual, enfim... Ri muito com este filme. Soltei mesmo grandes gargalhadas com aquele grupo de mulheres que pareciam que nunca se tinham divertido na vida. Mas não eram só elas que me faziam rir. Eles também! E por incrível que pareça, do riso passei ao choro. Comigo é sempre assim! Quando um filme tão belo consegue tocar-me bem cá dentro, eu não resisto. As lágrimas caiem-me do olhos e momentos de emoção é o que não falta ao longo de todo este filme. Houve muitos momentos para chorar mas não de tristeza. Chorei de alegria, com aquela pequena cena que mostra o reencontro de um filho gay, com a sua mãe ao fim de 16 anos. Isso foi o suficiente para o meu rosto ficar lavado em lágrimas. Ai! Ai! Que mais posso eu dizer? Adorei! E brevemente vou querer revê-lo novamente e disso não tenho dúvidas.

 

 

 

 

 

 

Baseada numa história real, "Pride" conta a história de um grupo de homossexuais, que de um dia para o outro, resolvem apoiar a crise dos mineiros. Claro que esse apoio não será bem visto nem pela restante comunidade gay em Londres e nem mesmo pelos mineiros mas... com o tempo as coisas vão mudando. E mais importante do que apoiar a causa dos mineiros, são os laços de amizade que aos poucos, vai surgindo entre esse pequeno grupo de gays e lésbicas e os habitantes de uma pequena vila. Apesar de muito diferentes, apesar de cada um ter as suas próprias batalhas para enfrentar, todos ficarão unidos. Não interessa as diferenças que possam existir. O importante mesmo é a união, a cumplicidade, a amizade e... ainda estou muito comovido com tudo o que vi nesse filme. Mas enfim!!

 

 

 

Para além de rir e para além de chorar, eu também tive tempo para me apaixonar. Bem! Para falar a verdade, recordei uma velha paixão e foi bom recordar. Não sei se se lembram, mas há uns dias atrás falei-vos aqui de duas séries britânicas que tinham como protagonistas, o jovem Freddie Fox que... Meu Deus! Ele entra neste "Pride" e apesar da sua personagem ser um tanto feminina, eu continuo na mesma apaixonado por ele. Gosto muito desse jovem actor e espero encontrá-lo em breve em outros filmes. Mas também não foi fácil resistir ao Ben Schnetzer, que aqui interpreta o personagem Mark. Mas acho que vou parar de citar nomes. Todo o elenco era maravilhoso e eu apaixonei-me por todos eles. Assim como também me apaixonei pela banda sonora do filme e... já nem sei o que vós diga! Só sei que tenho muito orgulho em ter visto este filme e em estar agora aqui, a deixar-vos essa óptima recomendação. Preparem o baldinho de pipocas, reúnem a família na sala e desfrutem deste "Pride"...

 

 

 

Pride (poster)

03
Set15

O Cinema Gay que está para chegar... The Danish Girl


 


O trailer do filme "The Danish Girl" foi lançado esta semana e já andam todos a falar dele. Se por um lado, há muitos que não se acanham em soltar vários elogios em relação ao pouco que ainda se vê da interpretação do actor Eddie Redmayne, há também quem já começou por lançar duras críticas. Mas que se lixem essas críticas menos positivas! Eu já fiquei apaixonado pelo filme. Eu já fiquei apaixonado por essa rapariga dinamarquesa e sem sombra de dúvidas, quando este filme estrear pelas nossas salas em Portugal, eu irei fazer uma visitinha ao cinema, para acompanhar de perto este filme, que é baseado em uma história real. Por isso aguardem, pois brevemente voltarei a falar deste "The Danish Girl" aqui pelo MORE. E para quem está muito curioso em relação ao filme, tal como eu, o filme já tem data de estreia prevista para o último dia do ano.


 



 


01
Set15

Mais razões para gostarmos de tatuados e de... calças jeans


 


Talvez a calça jeans, seja a peça de roupa mais utilizada por homens e por mulheres. E umas calças jeans, num corpo bem jeitosinho, ficam sempre a matar! Quem é que já não ficou de boca aberta a apreciar o rabo de um homem numas calças jeans?! Pois bem! Convido-vos agora a ficarem de boca aberta com as fotos que se seguem...


 










 


(crédito das fotos)

Pág. 2/2

Os meus blogs

Calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Mais sobre mim

Projeto | Eu Sou Gay

Tens algo a dizer?

Comentários recentes

  • Anónimo

    Muito bom texto. Deixei ontem de trabalhar num e t...

  • Anónimo

    Sou burro kk, quem matou quem? ou foi suicidio?

  • Anónimo

    Vou assistir, e depois partilho a opinião

  • perfume masculino

    bom gato

  • Anónimo

    Exatamente!!! Excelente esse tutorial, se seguir i...

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Sigam-me no Twitter

Quer ler histórias MORE?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.